You're viewing this item in the new Europeana website. View this item in the original Europeana.

[Parecer de «conselheiro» do Conselho Ultramarino sobre petição do procurador de Macau para que o rei D. João V mande um embaixador ao imperador da China, a fim de agradecer a este a forma favorável como tem tratado os portugueses, tentar obter novos privilégios para Macau, e autorizar alguns navios de Macau a navegar e comerciar com o Reino e com o Brasil; refere-se também a pretensão dos direitos de ancoragem de/em Malaca, por parte dos Ministros da Companhia Oriental holandesa]

Monographic bibliographic item